A rainha dos condenados

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

Respondendo:

Mensagem  Ana Nery em Ter 31 Ago - 16:00:12

^^ Par dizer a verdade não acho Mekare digna,entende?Alias,nem a Maharet que tanto admito,acho digna,por mais poderosas e entenderosas do assunto que sejam. Não sei,acho que poderia ter sido alguém melhor. Querida Luisa,quando começares meus contos entenderá meu ponto de visão. Entendo suas palavras má belle.

Falando de David: E ele ferrou-se no fim de tudo.Mas quem mandou ensistir e aparecer naquele maldito show? Sério! Se Ana aqui estivesse lá! O teria matado já sentindo o seu destino. Lamentável! Crying or Very sad
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Naraluisa em Qui 2 Set - 15:02:13

Não consigo imaginar alguém melhor para as gêmeas Ana U.u' afinal elas estavam lá desde do início e conheciam o amel e etc
e sobre o David: ELE NÃO TINHA CULPA! Pelo amor de deus! Ele nem ia no show! Ele foi lá apenas e puramente para ajudar a Jesse que resolveu ir se meter com vampiros! Não foi ele quem decidiu se meter com vampiros do nada!
avatar
Naraluisa

Mensagens : 286
Data de inscrição : 20/03/2010
Idade : 30
Localização : Rio De Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Ana Nery em Qui 2 Set - 15:35:59

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mas Lestat deu seu geito particular,na base da ameaça e claro
Twisted Evil

Luisa juro que entenderá o por quê acho o que acho sobre as gemêas quando conferir meus contos,verá. Não fica brava amiga! Embarassed
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Naraluisa em Sex 3 Set - 16:47:29

Não fiquei brava não! Quando eu coloco esse monte de exclamção quer dizer que nós estamos falando de um assunto ou personagem que defendendo muito fortemente, mas estou disposta a ouvir outras avaliações dos mesmos!
Mas ainda assim digo: acho dificil surgir alguém melhor que elas duas! ^^
avatar
Naraluisa

Mensagens : 286
Data de inscrição : 20/03/2010
Idade : 30
Localização : Rio De Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Ana Nery em Sab 4 Set - 18:53:04

Hum... Eu pensava assim,mas depois das experiências que tive,acho que foi e se tornou possível aparecer alguém a altura das duas.
Conferirá em minhas concepções. Surprised
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Chatter em Sab 8 Jan - 22:40:54

Eu não ameeeeeei exatamente o livro, achei meio cansativo. Meu cap favorito é o do Daniel (adorei o jogo psicológico que o Armand fez com ele). O plano da Akasha é interessante, poderia até dar certo se fosse feito em uma sociedade primitiva, mas na sociedade atual seria impossível porque as mulheres agiriam como homens no fim de tudo. Tipo "A Revolução dos Bichos".

avatar
Chatter

Mensagens : 43
Data de inscrição : 08/01/2011
Idade : 26
Localização : Barueri - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Respondendo a CHATTER:

Mensagem  Ana Nery em Dom 9 Jan - 10:45:22

Akasha era pisicopata,sem dúvida. Acho que o choque dela ao despertar foi tamanho que a levou a tais atitudes.

Acho que se tivesse sido em tempos diferentes,teria sido outra coisa. Amei o caso de Armand e Daniel,só espera que ao longo da saga esse relacionamento ganhasse mais enfase. Mas tudo bem,valeu a pena ^^ A primeira e tavez única cria do anjo.
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Lian em Seg 10 Jan - 16:55:34

Confesso que fiquei muito perdida lendo o livro,
com tantos personagens
não conseguia lembrar dos nomes e saber quem era quem
ushaushaushaushuahsuahsu
(minha memória é horrível mesmo)
então assisti ao filme para tentar entender melhor a história,
o que não resolveu nada...
Mas adorei o filme,
é o meu favorito,
não sei dizer quantas vezes já assisti ao começo do filme,
quando Lestat levanta do túmulo e retorna ao mundo dos mortais
até a parte em que aparece o clip da banda,
AMO!!!
Adorei a trilha sonora,
é maravilhosa,
é muito mais que perfeita!!!
avatar
Lian

Mensagens : 8
Data de inscrição : 05/01/2011
Idade : 26
Localização : Hell Grande do Sul

http://www.thelianmaggot.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Ana Nery em Seg 10 Jan - 17:24:13

É,realmente o filme têm pouco em relação a história. Não canso de dizer má belle o guão sou contra á qualquer adaptação
de roteiro,acho que é um assassinato a originalidade de toda obra,qualquer uma que seja.

Sinceramente ás musicas não me atrãem a atenção. A banda KORN sempre deixou-me muito a agradar,quando paro para pensar em artistas
que transmitam o clima sonoro das crônicas sempre me vêem DARK SANCTUARY,Tarja Turunen ou EPICA. São apenas preceitos meus ^^ Eu
admiro quando comentas da quantidade de personagens.

É,está ai algo que também me irritou MUITO!
Sad
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Chatter em Ter 11 Jan - 11:04:18

Lian escreveu:Confesso que fiquei muito perdida lendo o livro,
com tantos personagens
não conseguia lembrar dos nomes e saber quem era quem
ushaushaushaushuahsuahsu
(minha memória é horrível mesmo)
então assisti ao filme para tentar entender melhor a história,
o que não resolveu nada...
Mas adorei o filme,
é o meu favorito,
não sei dizer quantas vezes já assisti ao começo do filme,
quando Lestat levanta do túmulo e retorna ao mundo dos mortais
até a parte em que aparece o clip da banda,
AMO!!!
Adorei a trilha sonora,
é maravilhosa,
é muito mais que perfeita!!!



Eu gostei do filme pq não comparei com o livro. Acho que a idéia foi mostrar o "básico" da história sem que a pessoa precisasse "ler o livro" para entender (o que não deu certo, já que se alguém se basear APENAS no filme vai perder muitas informações)... Tbm me confundi da primeira vez que li, dei três dias de intervalo e recomecei - não é tão difícil, basta saber dividir cada uma das histórias... Só achei fool o fato de
Spoiler:
mais da metade dos personagens citados não ter servido pra droga nenhuma.

Sobre a trilha sonora do filme, eu gosto bastante (a do CD 1, o CD 2 é fool). Foi uma boa escolha da produção, pq são músicas "darks" mas comuns, com bandas que a maioria conhece (Korn, Papa Roach, Disturbed, etc.). Se colocassem Nightwish ou Epica na trilha o pessoal ia ficar perdido ou confuso.

Além disso, embora os vampiros da Anne Rice sejam clássicos (bebedores de sangue humano que dormem em caixões e queimam na luz do sol), a história do filme não é clássica - por isso a escolha de bandas "conteporâneas".
avatar
Chatter

Mensagens : 43
Data de inscrição : 08/01/2011
Idade : 26
Localização : Barueri - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Ana Nery em Ter 11 Jan - 16:43:55

Se colocassem Nightwish ou Epica na trilha o pessoal ia ficar perdido ou confuso

PROTESTO! Não,apenas SEI como apreciadora dos trabalhos das duas BANDAS que teriam o talento musical clássico o bastante por o clima
fervente e deprimente que as crônicas precisam,pedem. É isso nem Korne,etc tem,disso todos sabem. Tudo que sei e que as bandas sariam lhe dar com
o instrumental clássico de uma forma que nem uma BANDA atual está preparada.

TUOMAS HOLOPAINEN e Mark Jansen que o digam.

Volto a dizer: A variedade de personagens foi envão,concordo,um desperdicio.
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Chatter em Ter 11 Jan - 17:04:43

Mas Ana,

considere o fato de que o filme foi mal-adaptado. Ou melhor, pegaram os mesmos personagens e fizeram uma nova história. Não há nada do Classissismo que caracteriza as Crônicas Vampirescas. Concordo com o fato de que tanto Epica quando Nightwish (que estou ouvindo agora lol! ) tem talento o bastante para produzir músicas que se enquadrem nas Crônicas. Esse não é o problema. O problema é: A RAINHA DOS CONDENADOS NÃO ATENDE A ESSE PROPÓSITO. Diga-me, de que adiantaria usar as maravilhosas vozes de Tarja (pra mim o Nightwish só existe com ela) e Simons com um filme tão 2000 como aquele? Seria desastroso! Sem contar que, como já devo ter dito antes (ou não), o filme não passou de um resumo do resumo do resumo da metade do que o livro é. Aquele filme não foi feito para os fãs, e sim para as massas (quer uma prova? Pergunte para alguém que gosta de vampiros mas não leu as Crônicas Vampirescas. Provavelmente esse ser humano vai dizer que gostou do filme).

Por tudo isso persisto no meu argumento: a produção acertou em usar as bandas conhecidas. Se "A Rainha dos Condenados" tivesse um bom roteiro e bons atores, que soubessem transmitir no cinema todo o charme e poder das Crônicas Vampirescas, aí sim, Epica e Nightwish. Mas já que isso não aconteceu, Korn neles.
avatar
Chatter

Mensagens : 43
Data de inscrição : 08/01/2011
Idade : 26
Localização : Barueri - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Lian em Ter 11 Jan - 17:09:33

Concordo com Chatter.
avatar
Lian

Mensagens : 8
Data de inscrição : 05/01/2011
Idade : 26
Localização : Hell Grande do Sul

http://www.thelianmaggot.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Ana Nery em Ter 11 Jan - 17:10:14

Ah! Agora,sim,colocas-tes bem TUAS palavras. Admirável. Concordo. E dessa forma que se entende os argumentos.
Não tenho como rebater ^^

Ai! TARJA TURUNEN! Cara se tudo tivesse sido perfeito,ela daria a VOZ de biscoito doce ^^ Já pensou Lestat mesclando sua voz ao
lado dela^Ai,morri. Marcos Hietela faris isso com FERVOR,maestria.
Embarassed
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O triste fim de Baby Jenkes e a gangue das guarras...

Mensagem  Tiago L. M. em Qua 25 Abr - 16:16:43

Aqui vai minha resenha para a Rainha dos condenados!

Um livro épico, tendo varios pontos de vista da mesma historia, a declaração de Lestat até me diverte por ele realmente achar que vai sossegar das traquinações, mas como sabemos nos livros a seguir é pura balela! Ele transmite um sentimento de tristeza e de certo modo até alegria por ter sobrevivido! A declaração dos filhos da ecuridão para destruir Lestat e companhia é interessante por um simples motivo, mesmo eles sendo vampiros, não faziam parte do nucleo da Mãe, estavam afastados demais dos grandes personagens e desapareceram para sempre!

O papel de Marius com sempre é crucial nessa saga, ele de certa forma tão responsavel quanto Louis pelos eventos, mas ele tão superior no bar e tão incredulo na ressurreição da Deusa é incrivel, mesmo ele mandando sinais de socorro e veio seu grande amor e seu arquinimigo lhe socorrer! Fantastico!

Um dos meus personagens favoritos no livro por sua simplicidade, pobre Baby Jenkes, sua vida triste deve refletir como é viver sem esperanças e sonhos, andar na companhia de pessoas que partilham o mesmo destino, mas de certa forma a coragem pra romper esse destino e seguir de uma estagnação sem fim foi um ato corajoso, mesmo que ela tenha escolhido os meios errados! A inocente liberdade e seu triste fim nas chamas da mãe, achei uma das partes mais interessantes a mensão que todos estão ligados a ela numa grande teia e ela se dirigiu a um plano superior aonde finalmente ela ia ser relevante!

Pandora, Pandora, sou suspeito de falar dela, por eu a ama la, mas achei muito foda ela ir salvar Marius mesmo não sabendo aonde ele estava, então foi procurar no antro de Azin o deus da gulodice! Tambem foi legal ela ter ido com Santino, arquinimigo de Marius, mas ela mesma estava apagada ou representava pouco na grande trama, suas divagações filosoficas foram mais profundas na sua propria historia do que na Rainha dos condenados e o simples fato dela ter se posicionado contra o plano ridículo da Akasha sem atrair a atenção para si foi massa!

É interessante como a historia de Daniel Molloy causou tantas tragédias quando publicou o Entrevista com Vampiro, Ele foi descartado por Louis e Lestat e foi achado na sarjeta por Armand que queria uma janela exclusiva para o mundo lá fora, e suas idas e vindas no mundo inteiro, a visão de Armand descobrindo tudo o que queria ver, a criação da ilha da noite, a fuga dos dois pra se salvarem da Mãe foi muito foda, sem contar que achei muita esquizofrenia a perseguição de Armand e seus jogos insanos! Adorei, mas achei totalmente desnecessário ter sido transformado!

Se eu não tivesse amado Marius e Pandora, meu favorito sem duvidas seria Khayman! Ele é um exemplo de como a fidelidade pode ser abusada, foi leal ao seu rei, e permitiu que a loucura se espalhasse pelo Egito, o preço foi ele não se lembrar quem era pelos séculos e séculos, achei muito triste e solitário da sua parte descobrir quem era a cada época que se passava e quadno tentava encontrar companhia para com os seus era sempre excluído! Mas é engraçado como ele tenta redescobrir seus poderes principalmente o dom do fogo!

Nunca gostei da Jesse, pra mim ela é muito sem sal e sem açúcar, é como a Jean Grey dos Xmen, só teve utilidade depois que ela virou a fênix, no caso da Jesse ter se transformado em vampiro , ser da Talamasca e ainda ser descendente de Maharet e Mekare, mas ela por si só é muito enfadonha! Mas gosto da parte em que ela encontra a Claudia e seu papel na Grande Familia! Como não li ainda os outros livros que falam da Talamasca, achei legal a parte em que ela vai a serviço da ordem buscar o sobrenatural! Gostei tambem do zelo de Maharet e de suas cartas, achei muito lindas! Sua entrada na Talamasca como um modo de ficar perto dos registros da grande familia é interessante, acho que ficaria melhor com outro personagem não a Jesse! A entrada nos misterios e a perseguição de Maharet é incrivel, a descoberta que o livro entrevista com vampiro é real e a investigação é tentadora!

Gosto do grande conserto, e de como os personagens se encontram! Todos ficam com medo uns dos outros, mas se apegam na esperança de sobreviverem apenas uns nos outros! A atitude de Armand é realmente furtiva e de Daniel é como se vivesse em adrenalina pura, a pequena Jesse lutando para chegar perto e comprovar que é real o Vampiro Lestat e suas suspeitas envonvendo a grande familia admiravel! Khayman é realmente alienigena demais, e engraçado como ele aterrorisa Mael e Armand, mas como as atitudes são diferentes dos dois! O conflito no Show e como Gabriele e Louis se juntam para proteger Lestat muito emocionante, e a aparição da Mãe!

A reunião de Marius, como me deliciei nesse cap, o reencontro de todos, amigos e inimigos, amores e não tão amados! O modo de como o destino estava ligado ao sonho das ruivas e como se desenrolou a historia das gemeas! Muito bom, apenas algumas partes desnecessarias quando elas estão no Egito, mas a explicação da origem de todos e como Amel se expalhou no corpo de todos e que estão todos presos em uma grande teia com um nucleo no centro, foi soberbo! Mesmo as pessoas não sabendo, isso foi muito copiado!

Akasha, minha soberana...

A parte central do livro, gosto dela como uma figura mitica não como uma pessoa desperta, suas ambições e sonhos são ridiculas, sua visão feminista e de como ela tenta empurrar seu objetivo sem noção só prova que ela sempre foi mimada e que apenas com seus poderes ela conseguiria tentar alguma coisa: Sou forte então eu faço! Lestat no fundo ficou com medo da sua propria imponencia e como sua falta de objetivo o tornava vazio em relação a Akasha! Suas aparições foram muito massa, e ela explicando o funcionamento dos poderes tambem foi show, mas ela carecia de uma filosofia vedadeira, de profundidade, o fato dela mesma usar a força para alcançar seus objetivos provava que nunca ia dar certo, como aconteceu em todas as ditaduras! Pra mim, Akasha e Enkil só funcionavam como “aqueles que devem ser preservados” e se sua morte, alem de ridicula só serviu pra reencotrar os que haviam sido separados e perdidos!
Se ela fosse boa mesmo, teria conseguido dialogar com Marius e Maharet sem uso de ameaças e o fato de Louis o mais fraco de todos ter se levantado só serviu pra por um fim em seus tolos sonhos! A tensão da reunião foi muito louca, gostei principalmente do fato do Louis ter se levantado e de Maharet ter avisado que se levantar contra Lestat pra machucalo seria o sinal! Mas o fato da Mekare ter cortado a cabeça da Akasha empurrando ela na parede de vidro foi a coisa masi tosca que vi!

Mas o final, gostei de como se juntaram na ilha da noite e de como concordaram em manter contato, e de como Lestat apareceu para David Talbot! É um excelente livro, um dos meus favoritos!

avatar
Tiago L. M.

Mensagens : 8
Data de inscrição : 14/01/2011
Idade : 38

Voltar ao Topo Ir em baixo

Resposta a TIAGO L.M:

Mensagem  Ana Nery em Qui 26 Abr - 12:51:56

Concordo quando citas que Akasha foi um grande codinome a respeito do que podemos chamar de matriz.Considero porém a personalidade de Akasha muito falha,como vossa própria citação,e concreto de que Akasha quando humana,até mesmo imortal,foi um ser mimado em sua moralidade,quesitos materiais.Acho que juntando Akasha,Quinn,Mona,dentre outros exemplos a parte,nos deparamos com o exemplo perfeito de imoralidade imperdoável.

Sobre Maharet e Mekare,apesar deu admirá-las com fervor,eu esperava que elas tivessem conseguido lhe dar melhor com a situação,eu entendo que era uma situação de vida ou morte,mas eu sinceramente esperava que a luta entre as gémeas e Akasha tivesse sido mais acirrada,teria sido épico.Uma coisa que chamou-me muito atenção,e a respeito de Khyaman,eu odiei a atitude dele ao saber que Maharet dará a luz a um filho dele,o fato dele renegar,não querer aquilo.

Me desculpem,mas foi de uma imoralidade tamanha que eu vomitaria em sua face revidando a todo seu egoísmo,como se Maharet fosse culpada e tivesse que resolver aquilo tudo sozinha.Considero Lestat fanfarão nesse livro,atitude complicada e até mesmo sem nexo a respeito de sua neutralidade,como se fosse possível ele ficar com Akasha e os outros concordarem com isso,então vê-lo em depressão após tudo,a morte de Akasha,foi deplorável,deprimente.

Assino embaixo para com a coragem de Louis,todos os outros,mas céus,Lestat realmente pensava que iria sair no lucro? Como diria a ele "Vai sonhando irmão,vai sonhando".

Não há muito mais o que dizer querido irmão Tiago,afinal,como vê,eu concordo em grande parte para com suas críticas,apenas estou exaltando alguns pontos pessoais de minha parte. Muito obrigada Tiago.
study
avatar
Ana Nery
Admin

Mensagens : 1893
Data de inscrição : 31/01/2010
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro - RJ

http://lightinthedarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A rainha dos condenados

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum